Destaques

Mercado de Seguro Auto – Amanhã, Melhor que Hoje | Pelotas

PROJETO DO SUPERSIMPLES JÁ ESTÁ COM A PRESIDENTA DILMA. CORRETORES SEGUEM MOBILIZADOS PELA SANÇÃO

O Projeto de Lei que enquadra o Corretor de Seguros no SuperSimples, aprovado na Câmara e no Senado, está nas mãos da presidenta da República para a sanção.
Já ganhamos na Câmara dos Deputados e no Senado e tivemos nossa inclusão no SuperSimples. Agora, falta a concordância da presidente Dilma, sem vetos aos corretores de seguros.

Lideranças da categoria no Brasil convocaram os colegas corretores para pressionar no Palácio do Planalto, pois, há o temor que sejamos excluídos mais uma vez.
Ricardo Pansera, presidente do Sincor-RS, alerta:

- Pela quarta vez nossa atividade foi incluída pelo Congresso Nacional no Simples, após amplo acordo entre todos os partidos. Nas três vezes anteriores, o Palácio do Planalto vetou essa possibilidade, pressionado por burocratas da Receita Federal. Esperamos que a presidenta Dilma tenha sensibilidade e entenda que as pequenas corretoras de seguros, empresas familiares, merecem a justiça tributária proporcionada pelo SuperSimples.

MOBILIZAÇÃO NACIONAL

Mas a mobilização dos corretores é fundamental.Foi graças àmobilização que tivemos unanimidade no Senado e maioria esmagadora na Câmara (de todos os Deputados, apenas nove votaram contra).

Cada Corretor de Seguros deve fazer sua parte, cobrando agora do Poder Executivo que sancione o Projeto de Lei.

Envie e-mails de reivindicação para os seguintes endereços:

sicplanalto@planalto.gov.br - Secretaria Geral da Presidência da Repúblicahttps://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php - link “Fale com a Presidenta”

casacivil@planalto.gov.br - Casa Civil da Presidência da República

gabinete.df.gmf@fazenda.gov.br - Gabinete do Ministro da Fazenda, Guido Mantega

Vamos mostrar a união e a força da categoria dos Corretores de Seguros. Afinal, somos 72.000 profissionais formadores de opinião, que somados a familiares e funcionários representamos mais de 300 mil votos. Se cada corretor influenciar apenas 500 clientes, falamos de respeitáveis 36 milhões de votos!

A partir de agora, temos um lema, ou mais que isso, um mantra que deve ser propagado nas redes sociais, nas conversas com amigos e familiares e nos contatos com clientes e outros relacionamentos profissionais: “PRESIDENTA, PELO VOTO NÃO VETE”.

Vamos iniciar essa corrente por todo o nosso País. Uma corrente contra o veto. Temos que nos unir para não perdemos mais esta oportunidade. Não se omita, participe.

Texto modelo

Os corretores devem inundar as caixas de e-mails da Presidência, da Casa Civil e do Ministro da Fazenda com pedidos de sanção presidencial sem vetos. Abaixo, um texto sugestão para estes e-mails. Cuidado para usar o endereçamento correto para cada destinatário.

Exma. Sra. Presidenta da República, Dilma Rousseff
E-mail sicplanalto@planalto.gov.br
e no site https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php

Exmo. Sr. Ministro da Fazenda, Guido Mantega
e-mail: gabinete.df.gmf@fazenda.gov.br

Exmo. Sr. Ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante
e-mail: casacivil@planalto.gov.br

PREZADOS SENHORES

Desde 16 de julho, após o Senado ter aprovado POR UNANIMIDADE o PL do SuperSimples, sem qualquer alteração no texto vindo da Câmara, onde já fora construído com imenso trabalho e negociação, finalmente fazendo justiça tributária aos milhões de micro e pequenos empreendedores deste país, todas as atenções se voltaram para o próximo passo dessa caminhada: a sanção presidencial, que deve acontecer em até 15 dias.

Eu quero falar-lhes como cidadão eleitor mas, principalmente, como um micro empreendedor Corretor de Seguros. Sim, eu sou um dos milhares de pequenos corretores de seguros que empregam mão de obra em suas comunidades, que prestam um serviço pessoal e atencioso aos consumidores de seguros. Ao contrário do que pensam muitos colegas seus da Fazenda, as corretoras de seguros não são parte do “sistema financeiro”, não são “corretoras de valores” nem ”bancos”. Nós somos micro empreendedores, empresas familiares, com atuação local, regional, cujo trabalho é bem atender ao consumidor orientando-o e defendendo-o.

Poderão dizer: “ – mas o Banco do Brasil tem uma gigantesca corretora de seguros que atende em todo o país e faturam milhões!” Sim, isso é verdade. Mas isso é a exceção, não a regra. Não tomem a operação do Banco do Brasil como parâmetro. Até porque eles faturam tanto que jamais seriam amparados por qualquer tratamento tributário destinado a micro empresas…

Quero alertar que em oportunidades anteriores, os Corretores de Seguros foram vetados arbitrariamente, numa evidente perseguição dos burocratas da Receita e da Fazenda que alegavam que “perderiam” receitas se os corretores e seguros fossem incluídos no simples… fruto certamente da visão equivocada de que Corretoras de Seguros eram tubarões do mercado financeiro… fomos vítimas de um bullying fiscal e tributário injustificável.

Nossa categoria securitária é uma das mais injustiçadas que eu conheço. Somos tratados como se fôssemos grandes empresas do setor financeiro, grandes bancos quando na verdade nós somos micro e pequenos empreendedores, empresas familiares.

Eu espero que tal absurdo não se repita. Que agora, com uma Presidenta e com os dois Ministros (da Casa civil e da Fazenda) com formação acadêmica na área econômica, o discernimento e o bom senso os iluminem a compreender que o Projeto de Lei deve ser sancionado sem vetos.

Da mesma maneira que TODAS as entidades empresariais se uniram em todo o país para a aprovação na Câmara e no Senado, e nós micro e pequenos empresários reconheceremos nas urnas os Deputados e os Senadores que tiveram a sapiência de ficar ao lado dos micro empreendedores deste país, continuaremos unidos esperando pela sanção Presidencial SEM VETOS, e reconheceremos a atitude correta e justa da Presidenta nas urnas em 5 de outubro próximo.

Vamos mostrar a união e a força da categoria dos Corretores de Seguros. Afinal, somos 72.000 profissionais formadores de opinião, que somados a familiares e funcionários representamos mais de 300 mil votos. Se considerarmos nosso poder de influência sobre apenas 250 clientes cada um, chegamos a respeitáveis 18 milhões de votos.

Portanto, respeito.

A partir de agora, temos um lema, ou mais que isso, um mantra que será propagado nas redes sociais, nas conversas com amigos e familiares e nos contatos com todos os nossos clientes e outros relacionamentos profissionais: “PRESIDENTA, PELO VOTO NÃO VETE”.
Portanto, senhora Presidenta, contamos com a sanção presidencial sem vetos, numa demonstração de JUSTIÇA FISCAL E TRIBUTÁRIA e de estímulo ao empreendedorismo, aos micro empresários que tantos empregos geram.

Atenciosamente,

(corretor de seguros)

SuperSimples: Presidente da Fenacor é recebido pelo vice-presidente da República

O presidente em exercício da Fenacor, Robert Bittar foi recebido, no dia 22, pelo vice-presidente da República, Michel Temer, a quem apresentou, oficialmente, a reivindicação dos corretores de seguros pela sanção da lei do SuperSimples com os corretores na Tabela 3.

Também estiveram presentes o senador Sergio Souza (PR), e os presidentes do Sincor-PR, José Antonio de Castro e do Sincor-SP, Alexandre Camillo.

Segundo Robert Bittar, o vice-presidente se comprometeu a defender os nossos interesses junto à presidenta Dilma Rousseff:

- Ele compreendeu perfeitamente as razões técnicas de nossa defesa -, acrescentou o presidente da Fenacor.

FONTE: FENACOR

LIDERANÇAS QUE INSPIRAM: JAYME GARFINKEL EMOCIONA PLATÉIA


Mais imagens em Galeria de Fotos

Foi uma noite para marcar a inovação no modelo de comunicação com o mercado de seguros no sul do país proposta pelo site “Seguro Gaúcho”. Cerca de 150 corretores e securitários do mercado gaúcho, convidados especiais para a primeira edição do “Lideranças que Inspiram”, lotaram o auditório do Hotel Master Palace em Porto Alegre. O evento, que tem como objetivo integrar o mercado, reunindo a comunidade on line em encontros presenciais com um ícone do mercado nacional, cumpriu seu papel.

O convidado de estreia do talk show foi Jayme Garfinkel, presidente do Conselho de Administração da Porto Seguro, que contou, num bate papo descontraído, sua história. O início da carreira como securitário, o legado e modelo do seu pai, a fase de assumir o comando da seguradora, a opção ousada pelo Auto, a abertura de Capital, a associação com o Itaú, o orgulho de ter o filho trabalhando na seguradora e os próximos passos da Porto Seguro. Não era o profissional, mas o homem Jayme Brasil Garfinkel falando francamente com os convidados.

- Eu sempre decidi pelo melhor para a empresa, sempre coloquei os interesses da empresa em primeiro lugar, nunca os meus. Se a empresa vai bem, o acionista vai bem… eu tive o prazer de ver a empresa crescer com executivos que são da casa. O processo é guiado pela transmissão de cultura e valores que permeiam a empresa – afirmou Garfinkel.

Doria ressalta também a importância de ter iniciado o projeto com a participação de Jayme:

- Destaco a generosidade de Jayme Garfinkel que se dispôs a vir até aqui, a partilhar de suas experiências pessoais conosco.

EXEMPLO DE EMPREENDEDOR

Segundo o presidente do Sincor-RS, Ricardo Pansera, o evento foi especial para os Corretores do Rio Grande do Sul:

- Ter a oportunidade de ouvir detalhes da história de um dos maiores ícones do mercado segurador é uma grande alegria. Jayme é um exemplo de empreendedor que buscou diferenciais para o fortalecimento do seu negócio. É a história de uma empresa familiar de sucesso! E um ser humano adorável, um homem simples e amigo dos corretores de seguros.

Como proposto por Gustavo Doria, diretor executivo do Seguro Gaúcho e mediador do evento, o encontro desmistificou questões relevantes, mostrando que as oportunidades existem para todos. Foi o que constatou a Corretora Iara Bergel:

- Destaco a simplicidade da pessoa que é Jayme Garfinkel. O exemplo de profissional que é para o mercado e que se apresenta hoje para nós. Também fortalece a importância da união para o crescimento de grandes empresas e grandes profissionais.

OPINIÃO DO CONVIDADO

Para Garfinkel, o evento foi gratificante:

- Consegui destacar importantes momentos da minha vida e carreira num curto espaço de tempo. Gustavo é um ótimo mediador, colocou as perguntas de forma natural, tornando o encontro muito leve.

O QUE É O SEGURO GAÚCHO

O diretor executivo Gustavo Dória ratificou a missão da comunidade seguro gaúcho:

- Não somos um jornal que as pessoas leem passivamente. Somos uma comunidade de corretores e securitários compartilhando as notícias do nosso mercado e crescendo juntos, aprendendo juntos. Paradeda que é meu amigo e meu sócio neste empreendimento, gaúcho barbaridade, é o capitão do projeto, é a interface com todos os operadores do seguro no estado. Convido todos os operadores do seguro no estado a conhecer www.segurogaucho.com.br

Fonte: Seguro Gaúcho

ERVINO SCHEEREN VAI FALAR SOBRE GESTÃO PARA CORRETORES DE SEGUROS

O evento Rodada de Negócios – exclusivo para os corretores de seguros, sem seguradores ou patrocínios – vai trazer o colega Ervino José Scheeren, diretor da Poolseg Corretora de Seguros, de Teutônia, no dia 28 de julho, a partir das 18h30min, no auditório do Sincor-RS em Porto Alegre. Ele fará uma explanação sobre “Gestão da Corretora” e vai compartilhar seus conhecimentos com os participantes.

São apenas 40 vagas – a lotação do auditório do Sindicato. Corra para garantir seu lugar. O evento é gratuito, mas a diretoria solicita que os participantes contribuam com um quilo de alimento não perecível, que será doado a uma entidade carente.
Jorge Jaeger, diretor de Formação Técnico Profissional e Cultural do Sincor-RS, afirma:

- Esta é a segunda edição de um evento que coloca em prática um modelo inédito de cooperação entre colegas. Atendemos o pedido de alguns corretores que desejam um evento com participação exclusiva dos corretores. O objetivo é desenvolver um espírito de cooperação, onde colegas ajudam colegas a crescer e fortalecer nossa categoria profissional. O Ervino tem uma experiência muito importante para transmitir aos colegas.

SERVIÇO

Dia 28/07 a partir das 18h30 min no auditório do Sincor em Porto Alegre.
Informações pelo fone (51) 3225.7726.
Inscrições: sincoreventos@sincr-rs.org.br

QUEM É O EXPOSITOR

Ervino José Scheeren é diretor da Poolseg Corretora de Seguros, de Teutônia, criada em 28 de novembro de 1995. A empresa tem como foco que a compra de um seguro é mais do que uma simples relação comercial. Envolve a confiança que o cliente deposita no corretor. Assim, conquistar cada cliente tornou-se um dos seus maiores objetivos.

A Poolseg ganhou uma edição do MPE Brasil – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas na categoria Serviços. O prêmio é resultado de parceria entre Sebrae, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

ADESÃO AO PGQP

A empresa comercializa produtos como seguros de vida, para carros e residências. Os rumos dos negócios começaram a mudar em 2002, quando a Poolseg aderiu ao Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) e passou a seguir os pilares de excelência da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

- Queríamos nos firmar diante da concorrência – lembra Ervino , que trabalhou 20 anos no setor calçadista antes de enveredar pelos seguros.

A empresa contratou uma consultoria e passou a ter o foco no planejamento estratégico. Por viver numa cidade pequena, onde todos se conhecem, não podia errar. A partir da adoção dos critérios de qualidade, observaram-se uma série de resultados no cotidiano da Poolseg. As vendas cresceram 110%, de 2003 a 2007. Enquanto o resultado líquido da corretora em 2003 foi de 4,46%, em 2007 este índice saltou para 18,4%.

BANCO DE DADOS

Dentro do foco no planejamento, Ervino revela que se vale de um banco de dados da Poolseg com registros desde o primeiro cliente atendido pela corretora:

- É o maior patrimônio da empresa e que permite gerar qualquer tipo de indicador. Nosso planejamento é bem analítico. Definimos metas realistas e que levamos a sério -, revela.

Outra iniciativa da Poolseg para aprimorar suas atividades está em pesquisas junto aos clientes. Há uma pesquisa anual, uma de pós-venda e outra de pós-sinistro.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

INSCRIÇÕES PARA O 9º ENCONTRO FEMININO: AGORA SOMENTE PARA LISTA DE ESPERA

O 9º Encontro Estadual Feminino de Corretoras de Seguros é na próxima semana e as inscrições estão apenas na lista de espera. A prioridade é para corretoras de seguros associadas ao Sincor-RS.

As interessadas em participar devem contatar URGENTE com o departamento de eventos do Sincor-RS e buscar maiores informações sobre as últimas vagas existentes. Fone: (51) 3225.7726 ou pelo e-mail: sincoreventos@sincor-rs.org.br.

CORRETORAS DO VALE DO SINOS TERÃO TRANSPORTE OFERECIDO PELA MAPFRE

A Mapfre Seguradora disponibilizará transporte para as participantes do Vale do Sinos para o 9° Encontro Estadual Feminino de Corretoras de Seguros. As interessadas devem enviar nome completo, n° do RG, orgão expedidor e data de nascimento (dados exigidos pelo Daer para o transporte de passageiros) e cidade onde deseja embarcar (Novo Hamburgo ou São Leopoldo).

Local de Saída em Novo Hamburgo: – Sucursal da Mapfre – Av. Nações Unidas
A partir das 6h30min terá um Café da Manhã oferecido pela Mapfre
Horário da Saída: 7:00h

Local de Saída em São Leopoldo: BR 116 – em frente à concessionária FIAT 
Horário da Saída: 7h30min.

SINCOR-RS GARANTE TRANSPORTE GRATUITO PARA AS COLEGAS DO INTERIOR

As mulheres corretoras de seguros que moram fora de Porto Alegre e querem assistir ao 9º Encontro Regional Feminino de Corretoras de Seguros tem carona garantida pelo Sincor-RS. Ida e volta.

Liguem para outras colegas, mandem e-mails, usem o facebook, whatsapp e outros canais para combinar: juntem um grupo mínimo de dez mulheres e garantam carona numa van ou ônibus para ida e volta. Lembrem-se que é obrigatório informar o nome completo, nº do RG, órgão expedidor e data de nascimento, por exigência do DAER.

Mobilizem-se!

Fale com o delegado do Sincor-RS de sua região para organizar o transporte.

Encontro de Corretores Planalto/RS

Palestra em Caxias do Sul

convite-hdi caxias

CORRETORAS NO SUPERSIMPLES

Prezados colegas,

Pela quarta vez na história recente, um projeto de extremo interesse da nossa categoria vai à sanção presidencial, após ser aprovado na Câmara dos Deputados e ontem no Senado, por unanimidade dos presentes. Temos bons motivos para acreditar que, desta vez, será possível. A razão é simples: temos a nosso favor um aliado importante, a arma mais temida pelos governantes, o voto.

Para nosso orgulho e satisfação, o Senado manteve a mudança feita na Câmara em relação ao enquadramento de algumas atividades de serviços, como a corretagem de seguros, que passa da tabela de maior valor (tabela seis), criada pelo projeto, para a tabela três, de menor valor dentre as do setor de serviço. Essa emenda foi apresentada pelo deputado Armando Vergilio (SDD-GO), presidente licenciado da Fenacor, a quem coube também presidir a comissão que analisou a matéria, na Câmara.

Agora, falta a sanção presidencial, o que deve ocorrer em 15 dias.
Convocamos, então, toda a categoria visando ao acompanhamento desse processo de sanção.

A FENACOR e seus Sindicatos filiados estão mobilizados, porém, para o êxito precisaremos do seu engajamento.

Faça sua parte, cobre dos Governantes, envie e-mail de reivindicação para os seguintes endereços:

1 - casacivil@planalto.gov.br - Casa Civil da Presidência da República
2 - gabinete.df.gmf@fazenda.gov.br - Gabinete do Ministro da Fazenda, Guido Mantega
3 - sicplanalto@planalto.gov.br - Secretaria Geral da Presidência da República

Vamos mostrar a união e a força da categoria dos Corretores de Seguros. Afinal, somos 72.000 profissionais formadores de opinião, que somados a familiares e funcionários representamos mais de 300 mil votos.

A partir de agora, temos um lema, ou mais que isso, um mantra que deve ser propagado nas redes sociais, nas conversas com amigos e familiares e nos contatos com clientes e outros relacionamentos profissionais: “PRESIDENTA, PELO VOTO NÃO VETE”.

Vamos iniciar essa corrente por todo o nosso País. Uma corrente contra o veto. Temos que nos unir para não perdemos mais esta oportunidade.

Não se omita, participe.

Robert Bittar
Presidente em Exercício

FENACOR - Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada e das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros.

Aprovada ampliação do Supersimples. Corretores de seguros estão incluídos

O Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (16), projeto de lei que universaliza o acesso do setor de serviços ao Simples Nacional (Supersimples), regime de tributação simplificado para micro e pequenas empresas (PLC 60/2014).
De autoria do deputado Vaz de Lima (PSDB-SP), a proposta cria uma nova tabela para serviços, com alíquotas que variam de 16,93% a 22,45%. Com o acesso geral, entram no regime de tributação, por exemplo, serviços relacionados à advocacia, à corretagem e à medicina, odontologia e psicologia. A nova tabela criada pelo projeto entrará em vigor em 1º de janeiro do ano seguinte ao da publicação da futura lei.

O texto atribui ao Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) a função de disciplinar o acesso do microempreendedor individual (MEI) e das micro e pequenas empresas a documento fiscal eletrônico por meio do portal do Simples Nacional e também estende a outras empresas facilidades já previstas no Estatuto da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar 123/2006).

O presidente do Senado, Renan Calheiros, ressaltou as vantagens da universalização do Simples para outros setores da economia.

CORRETAGEM NA TABELA 3

O Plenário manteve ainda mudança feita na Câmara em relação ao enquadramento de algumas atividades de serviços, como a corretagem de seguros, que passa da tabela de maior valor (tabela seis), criada pelo projeto, para a tabela três, de menor valor dentre as do setor de serviço.

Já os serviços advocatícios são incluídos na tabela quatro; e os decorrentes de atividade intelectual, de natureza técnica, científica, desportiva, artística ou cultural e a corretagem de imóveis são enquadrados na tabela três.

O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) afirmou que a mudança trará reflexos positivos para a economia do país. Eduardo Suplicy (PT-SP) lembrou que o processo de negociação começou no Senado.

VALEU A MOBILIZAÇÃO 

Os três senadores gaúchos – Ana Amélia Lemos, Paulo Paim e Pedro Simon – votaram a favor do texto original. Foi a demonstração, mais uma vez, da força de nossa mobilização. O presidente do Sincor-RS Ricardo Pansera avaliou:

- Os corretores de seguros se mobilizaram mandando e-mails para a bancada gaúcha no Senado, de acordo com o pedido feito pelo sindicato. Assim como conseguimos uma vitória na Câmara dos Deputados, alcançamos outra no Senado.

O projeto agora irá para a sanção da presidente Dilma.

VENHA APRENDER SOBRE GESTÃO COM ERVINO SCHEEREN. EVENTO EXCLUSIVO PARA CORRETORES DE SEGUROS

O corretor Ervino José Scheeren, diretor da Poolseg Corretora de Seguros, de Teutônia, será o palestrante da Rodada de Negócios, no dia 28 de julho, a partir das 18h30min , no auditório do Sincor-RS em Porto Alegre. Este é um evento técnico exclusivo para os corretores de seguros e o tema da sua exposição será “Gestão da Corretora”. Ele vai compartilhar seus conhecimentos com os participantes.

Será o momento em que corretores falam para corretores, sem seguradoras, palestrantes ou consultores. O Sincor-RS coloca em prática um modelo inédito de cooperação entre colegas, atendendo a solicitação de alguns corretores que desejam um evento com participação exclusiva dos corretores.

Jorge Jaeger, diretor de Formação Técnico Profissional e Cultural do Sincor-RS, explica:

- O objetivo da Rodada de Negócios é desenvolver um espírito de cooperação, onde colegas ajudam colegas a crescer e fortalecer nossa categoria profissional. O Ervino tem uma experiência muito importante para transmitir aos interessados.

LIMITE DE PARTICIPANTES 

O evento é gratuito, mas limitado a 40 participantes. O Sincor-RS solicita que os participantes levem um quilo de alimento não perecível para doação. Os itens arrecadados serão encaminhados a uma instituição de caridade.

SERVIÇO

Dia 28/07 a partir das 18h30 min no auditório do Sincor em Porto Alegre.
Informações pelo fone (51) 3225.7726.
Inscrições: sincoreventos@sincr-rs.org.br

QUEM É O EXPOSITOR

Ervino José Scheeren é diretor da Poolseg Corretora de Seguros, de Teutônia, criada em 28 de novembro de 1995. A empresa tem como foco que a compra de um seguro é mais do que uma simples relação comercial. Envolve a confiança que o cliente deposita no corretor. Assim, conquistar cada cliente tornou-se um dos seus maiores objetivos.

A Poolseg ganhou uma edição do MPE Brasil – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas na categoria Serviços. O prêmio é resultado de parceria entre Sebrae, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

ADESÃO AO PGQP

A empresa comercializa produtos como seguros de vida, para carros e residências. Os rumos dos negócios começaram a mudar em 2002, quando a Poolseg aderiu ao Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) e passou a seguir os pilares de excelência da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

- Queríamos nos firmar diante da concorrência – lembra Ervino , que trabalhou 20 anos no setor calçadista antes de enveredar pelos seguros.

A empresa contratou uma consultoria e passou a ter o foco no planejamento estratégico. Por viver numa cidade pequena, onde todos se conhecem, não podia errar. A partir da adoção dos critérios de qualidade, observaram-se uma série de resultados no cotidiano da Poolseg. As vendas cresceram 110%, de 2003 a 2007. Enquanto o resultado líquido da corretora em 2003 foi de 4,46%, em 2007 este índice saltou para 18,4%.

BANCO DE DADOS

Dentro do foco no planejamento, Ervino revela que se vale de um banco de dados da Poolseg com registros desde o primeiro cliente atendido pela corretora:

- É o maior patrimônio da empresa e que permite gerar qualquer tipo de indicador. Nosso planejamento é bem analítico. Definimos metas realistas e que levamos a sério -, revela.

Outra iniciativa da Poolseg para aprimorar suas atividades está em pesquisas junto aos clientes. Há uma pesquisa anual, uma de pós-venda e outra de pós-sinistro.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

INSCRIÇÕES PARA O 9º ENCONTRO FEMININO: AGORA SOMENTE PARA LISTA DE ESPERA

A duas semanas do maior e melhor evento destinado às mulheres corretoras de seguros do Sul do Brasil, inscrições, apenas na lista de espera, com prioridade para corretoras de seguros associadas ao Sincor-RS. As corretoras interessadas em participar deste evento devem contatar URGENTE com o departamento de eventos do Sincor-RS e buscar maiores informações sobre as últimas vagas existentes. Fone : (51) 3225.7726 ou pelo e-mail: sincoreventos@sincor-rs.org.br.

SINCOR-RS GARANTE TRANSPORTE GRATUITO PARA AS COLEGAS DO INTERIOR

As mulheres corretoras de seguros que moram fora de Porto Alegre e querem assistir ao 9º Encontro Regional Feminino de Corretoras de Seguros tem carona garantida pelo Sincor-RS. Ida e volta.

Liguem para outras colegas, mandem e-mails, usem o facebook, whatsapp e outros canais para combinar: juntem um grupo mínimo de dez mulheres e garantam carona numa van ou ônibus para ida e volta. Lembrem-se que é preciso É obrigatório informar o RG, Órgão expedidor e data de nascimento, por exigência do DAER.

Mobilizem-se! Fale com o delegado do Sincor-RS de sua região para organizar o transporte.

O perfil das mulheres à frente das maiores empresas do mundo

Entre as maiores empresas do mundo, listadas pela Fortune, 24 são comandadas por mulheres. Saiba o que elas têm em comum, além da responsabilidade

Entre as 500 maiores empresas do mundo, listadas pela Fortune este ano, 24 são presididas por mulheres. Esse é o maior índice da história. Há 16 anos, segundo dados da revista, apenas uma delas não era comandada por homens.

Se o recorte for ampliado para as mil maiores companhias, o índice de mulheres no cargo máximo mais do que dobra: são 51. Apesar de representar apenas 5% do total, as empresas dirigidas por elas geram 7% da receita total das organizações, somadas.

Com uma receita de 155 bilhões de dólares no ano passado, a Ford, liderada por Mary Barra, ocupa sozinha a 7ª posição entre as gigantes.

Os setores que mais têm profissionais do sexo feminino no topo da hierarquia são varejo (9 empresas), alimentos (7) e gás e eletricidade (5).

Resultados

De acordo com dados da Fortune, as companhias dirigidas por mulheres apresentam, inclusive, performance muito superior às que compõem o índice S&P 500, um dos mais importantes das bolsas norte-americanas.

A média de retorno gerado por essas empresas foi de 103,4 % durante o tempo em que as mulheres estiveram no comando. O S&P 500 apresentou uma taxa de retorno média de 69,5% para o mesmo período.

Apesar dos bons resultados, ainda é pequena a porcentagens de mulheres que são presidentes e, ao mesmo tempo, presidentes do conselho de administração das organizações. A fatia é de 31%.

Como elas chegaram lá

A maioria (82%) das presidentes chegaram ao posto por meio de recrutamento interno e apenas 39% possuem MBA. Grande parte delas (9) são graduadas em engenharia, 7 são economistas, 5 são contadoras, 5 administradoras e 4 psicológas.

Perfil

O levantamento mostrou também que, além das responsabilidades e dos estudos, as presidentes das maiores empresas têm aspectos pessoais em comum. Quase todas elas (93%) são casadas e 84% são mães.

Fonte: www.exame.com.br

Exame para corretores com inscrições abertas

O Exame para Habilitação de Corretores de Seguros, porta de entrada para quem deseja ingressar nessa carreira, já está com inscrições abertas, em Belo Horizonte (MG), Blumenau (SC), Brasília (DF), Campinas (SP), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Santos (SP), São Paulo (SP) e Vitória (ES).

O Exame será aplicado pela Escola Nacional de Seguros entre os dias 22 e 25 de setembro e as inscrições devem ser feitas até 8 de agosto, apenas pela internet. Os pré-requisitos são o ensino médio completo e a maioridade. Caso seja aprovado, o candidato poderá requerer junto à Susep o registro profissional.

Os interessados podem escolher entre sete opções de habilitação: Capitalização; Capitalização e Vida e Previdência; Capitalização e Demais Ramos; Vida e Previdência; Vida e Previdência e Demais Ramos; Demais Ramos; e Todos os Ramos. Mais informações podem ser conferidas no www.funenseg.org.br.

Fonte: Escola Nacional de Seguros

Top