Destaques

Assembleia Geral Ordinária APROVA CONTAS DO SINCOR-RS DE 2013

A Assembleia Geral Ordinária do Sincor-RS, realizada no dia 11 de abril, aprovou por unanimidade o relatório das atividades e a prestação de contas do exercício de 2013.

PRESIDENTE DO SINCOR-RS FAZ PALESTRA NA CICS DE CANOAS


Mais imagens em Galeria de Fotos. Fotos De Zotti/Assessoria de Imprensa

O presidente do Sincor-RS, Ricardo Pansera, foi o palestrante na reunião-almoço na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Canoas (CICS), no dia 14 de abril. Diante de uma plateia de líderes empresariais e de vereadores da cidade, o dirigente fez uma explanação sobre o panorama do mercado segurador gaúcho e brasileiro e detalhou as atividades do nosso sindicato, narrando as conquistas e realizações da entidade dos corretores. Pansera alertou que o Corretor de Seguros é o único profissional habilitado a bem assessorar os clientes na contratação de seguros.

Pansera e o diretor de Marketing do Sincor-RS André Thozeski, foram recebidos pela presidente da CICS, Simone Leite e o presidente da Câmara de Vereadores de Canoas, Ivo Lech.

Sincor-RS oferece nova modalidade de assessoria jurídica aos associados

Os sócios do Sincor-RS já podem desfrutar de nova modalidade de assessoria jurídica, com profissionais terceirizados conveniados que atuam nas áreas do direito do seguro, trabalhista, previdenciário, responsabilidade civil do corretor, entre outros.

A assessoria jurídica está à disposição de forma gratuita para todos os associados em dia, prestando esclarecimentos e orientações.

Informe-se pelo e-mail: assessoriajuridica@sincor-rs.org.br e fone (51) 3225.7726.

Clique aqui e veja a lista.

Colegas do Litoral Norte, não percam hoje a palestra “Arquitetura de Escolhas: Uma nova abordagem de comercialização de seguros e previdência”

Os corretores de seguros que atuam no Litoral Norte não podem perder a excelente palestra “Arquitetura de Escolhas: Uma nova abordagem de comercialização de seguros e previdência”, a cargo de Sérgio Rangel. Será hoje, dia 15 de abril, no Hotel Araçá, em Capão da Canoa.

DATA: 15/04/14 – terça-feira
HORÁRIO: 19 horas – Café de boas vindas | 19h30min – Palestra
LOCAL: Hotel Araçá
Rua Dois, 333 – Praia do Araçá – cidade : Capão da Canoa

Confirme sua participação até 14 de abril. Informações pelo fone 051 3225 7726.

Corretores prestigiam palestra em Lajeado

lajeado

Os corretores de segurados que atuam na região da Delegacia do Vale do Rio Taquari prestigiaram a palestra “Arquitetura de Escolha: Uma Nova Abordagem de Comercialização de Seguros e Previdência”, a cargo de Sérgio Rangel. Foi no dia 8 de abril, na cidade de Lajeado.

Advogado gaúcho Carlos Josias assume cadeira no Conselho Permanente de Acadêmicos

Carlos Josias Menna de Oliveira, sócio da C. Josias & Ferrer Advogados, foi eleito membro do Conselho Permanente de Acadêmicos da Academia Nacional de Seguros e Previdência – ANSP. Detalhe: é único gaúcho a integrar o Conselho.

A ANSP é uma associação sem fins lucrativos voltada para o aperfeiçoamento institucional do seguro, da previdência privada e das instituições afins.

Novas regras para venda de seguros começam a entrar em vigor

No dia 25 de abril vence o prazo de 180 dias concedido às seguradoras para se adaptarem à Resolução 297/13, do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), publicada em 25 de outubro de 2013. E, em junho, o varejo terá de estar pronto para cumprir as regras da Circular Susep 480, de dezembro do ano passado, que disciplinou a oferta de planos de seguro por organizações varejistas em nome de sociedades seguradoras.

Isso significa que “a partir da entrada em vigor da nova resolução, as organizações varejistas deverão atuar como representante de seguros, devendo ocorrer uma adaptação em todos os contratos existentes entre elas e seguradoras, com todas as obrigações legais daí decorrentes”, explica Regina Abbud, sócia e responsável pela área Contratual e Societária do Manhães Moreira e Ciconelo Sociedade de Advogados.

A Resolução 297 determinou limitações quanto à comercialização de seguros no varejo, que só podem ser vendidos por meio do “representante de seguros”. “‘Representante de seguros’ é a pessoa jurídica que assumirá a obrigação de promover a venda de seguros, em caráter não eventual e sem vínculo de subordinação com a seguradora. Esta nova figura distingue-se tanto da do corretor de seguros quanto da do estipulante e é a que deverá se enquadrar à rede varejista”,acrescenta a advogada.

A Resolução 297, salienta a especialista, traz algumas limitações quanto às espécies de seguros que poderão ser comercializados por meio da figura do “representante de seguros”, contratados somente por apólices individuais: riscos diversos; garantia estendida de bens em geral; funeral; viagem; prestamista; desemprego/perda de renda; eventos aleatórios; microsseguro de pessoas, de danos e de previdência.

CIRCULAR

Já a Circular 480 disciplina a oferta de planos de seguros por organizações varejistas em nome de sociedades seguradoras. “As grandes redes varejistas oferecem aos consumidores a possibilidade de contratação de planos de seguros diversos, como, por exemplo, o seguro prestamista nas vendas financiadas, com objetivo de garantir a quitação de uma dívida do segurado, no caso de sua morte, invalidez ou desemprego. Outro exemplo é o seguro de garantia estendida que tem por objetivo a extensão ou complementação da garantia original de fábrica dada aos bens, normalmente eletroeletrônicos e eletrodomésticos.”

Texto: Angela Crespo- jornalista especializada em consumo Fonte: Diário do Comércio

CAFÉ DO CVG RS – DIA 30 DE ABRIL

Seguradora é condenada por demora em conserto de veículo

O Juiz de Direito Substituto do 6º Juizado Especial Cível de Brasília condenou o Bradesco Seguros S.A ao pagamento, a título de danos morais, por demora no conserto do veículo e a sua devolução sem a realização do serviço de reparação. O Juiz também condenou o seguro a enviar autorização de conserto à oficina, no prazo de 15 dias, sob pena de multa diária.

O veículo do segurado foi abalroado em 19/12/2013. Ele deixou o veículo na oficina para reparo no dia 02/01/2014, mas somente o retirou em 22/02/2014, totalizando, portanto, 52 dias após a entrega, sem os devidos reparos em razão da negligência da ré em autorizar o serviço. O autor contou que houve negativa do seguro de prestar cobertura securitária.

O Bradesco Seguros não compareceu à audiência prévia de conciliação e deixou de apresentar contestação, por isso foi decretada sua revelia, presumindo verdadeiras as alegações de fato da inicial, nos termos do artigo 319 do CPC c/c artigo 20 da Lei 9.099/95.

“A relação havida entre as partes é de consumo e a pretensão indenizatória está amparada em alegada falha do serviço da empresa ré, conforme regra do art. 18 da Lei n. 8.078/90. Configura dano moral indenizável se, em razão do inadimplemento relativo do fornecedor, há aviltamento da dignidade e da honra de seu cliente, atributos da personalidade, como na situação ora analisada. O atraso excessivo na entrega do veículo privou o autor de bem essencial, o que configura um quadro de circunstâncias com habilidade técnica de violar a dignidade, configurando dano moral indenizável, em que a ansiedade, a frustração e o desconforto se presumem suportados”, decidiu o Juiz.

Fonte: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios

ÚLTIMOS INGRESSOS PARA O 4º INSEG

Restam pouquíssimos ingressos para a 4ª Edição do INSEG – Jogos de Integração do Mercado de Seguros. Não fique de fora, reserve os seus ingressos respondendo esse e-mail ou pelo fone: 3039-3571.

Convoque seus colegas, reúna sua família & façam suas inscrições nas modalidades esportivas: FUTEBOL DE CAMPO | VÔLEI | FUTSAL FEMININO e CAMPEONATO DE EMBAIXADINHAS, pois a integração saíra vencedora.

Aproveitem o Espaço Kids com a animação dos palhaços Sorvetão e Pulga | Momento da Beleza | Churrasco Gaúcho | Banda do Colégio Murialdo | Rifão Animado e muitas outras atrações.

Local: Sede Esportiva Pedancino | Bairro Pedancino, em Caxias do Sul.
Data: 26 de Abril.

XVI Conec

Chubb Seguros é destaque no 11º Prêmio Segurador Brasil

A Chubb do Brasil – companhia mais antiga em operação de seguros no Brasil e uma das maiores e mais sólidas corporações de seguros do continente americano, reconhecida por sua extensa expertise em proteção para empresas e patrimônio pessoal – conquista quatro troféus na 11ª edição do Prêmio Segurador Brasil, categoria “Melhor Desempenho”. A empresa foi a vencedora das modalidades Riscos Residenciais, Riscos Marítimos, Transportes Internacionais e Seguro Viagem. A homenagem reuniu os principais executivos de seguros no dia 10 de abril, em evento em São Paulo.

“É com muito orgulho que recebemos esta homenagem, resultado da dedicação e compromisso constante da companhia com os segurados. Afinal, faz parte do DNA da empresa realizar um trabalho permanente para surpreender e encantar os clientes com produtos e serviços diferenciados”, comemora Alessandro Gomes, Diretor de Ramos Elementares da Chubb Seguros.

A Chubb possui especialistas que compreendem as verdadeiras necessidades do ramo de atuação de cada carteira, para assim, garantir aos clientes produtos altamente qualificados.

Robert Craddock, Diretor de Seguros de Pessoas e Affinity, destaca o bom desempenho da Chubb nas categorias conquistadas. “De acordo com o estudo realizado pela Castiglione, apresentamos boa margem comercial nas categorias vencedoras, como em Seguro Viagem, na qual conseguimos 72,83%”.

As seguradoras participantes do Prêmio Segurador Brasil foram indicadas a partir de uma avaliação técnica específica elaborada pelo economista Luiz Roberto Castiglione, membro da Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP) e do Instituto Roncarati de Seguros, especialmente para a revista Segurador Brasil. As companhias foram premiadas não só pelas ações implantadas, mas pelos resultados obtidos pelas iniciativas, ou pelo conjunto de atividades, contribuindo com o desenvolvimento do setor brasileiro de seguros.

Evento organizado na capital gaúcha pela JMalucelli foi um sucesso

No dia 8 de abril a JMaluceli Seguros reuniu um grande grupo de corretores de seguros da capital e interior do Rio Grande do Sul no Hotel Deville, em Porto Alegre, oportunizando um debate de alto nível sobre Seguros de Responsabilidade Civil para Diretores e Administradores (D&O) e de Responsabilidade Civil Profissional para Profissionais Liberais (E&O).

Os organizadores do evento e também os mediadores do debate fazem parte da equipe da sucursal da JMalucelli Seguros do estado gaúcho. Representando o Sincor-RS, estiveram presentes a Vice-Presidente de Relações com o Mercado, Roseli de Castro, a Diretora de Benefícios Genesi Cassol e o Diretor de Marketing André Thozeski. A JMalucelli Seguros agradeceu a importante presença de todos os participantes.

A sucursal da JMalucelli Seguros no Rio Grande do Sul está localizada na Avenida Carlos Gomes, 222 – Sala 202, bairro Auxiliadora em Porto Alegre.

MBM Previdência Privada completa 64 anos

A empresa MBM Previdência Privada, pertencente ao Grupo MBM, completou 64 anos de fundação em 14 de abril. Especializada em planos de previdência, seguros de vida, operações financeiras e benefícios agregados, o Grupo registrou, no ano passado, crescimento nos negócios e nos resultados das empresas, já que também agrega a MBM Seguradora.

Originalmente criado por servidores da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, o MBM possui escritórios e representantes em 20 estados, além do Distrito Federal. “Comemoramos a boa performance e a excelência que buscamos todos os dias na entrega de produtos e serviços. Nossa trajetória de sucesso só foi possível graças ao empenho de colaboradores, parceiros e da confiança de nossos clientes”, comenta o presidente Guacir de Llano Bueno.

Fonte : Cristina Cinara -Ampliare Comunicação

Colaboradores do MBM participam da Corrida dos Fanáticos

O grupo de corrida dos colaboradores do MBM Seguro de Pessoas participou de uma nova competição no domingo, 13 de abril. A Corrida dos Fanáticos, realizada em Porto Alegre, reuniu 15 atletas da equipe, que correram nos percursos de 3 e 5 quilômetros. O diretor-presidente do MBM, Jair Beltrami, participou dos 10 quilômetros.

Alexandre Barbosa, que treina com o grupo, conquistou o primeiro lugar nos 3 quilômetros. A iniciativa reúne atletas amadores que treinam todas as terças e quintas-feiras. O encontro acontece após o horário de expediente, nas imediações da Usina do Gasômetro, em Porto Alegre. O professor de Educação Física Clóvis Rodrigues acompanha e orienta os participantes.

A auxiliar-administrativo e idealizadora do projeto, Diana Vanin, comenta que os atletas têm gerado condicionamento e reduzido o tempo de realização a cada prova. A próxima competição prevista no calendário do grupo é o Circuito Poa Day Run, que acontece em 4 de maio.

Fonte: Cristina Cinara – Ampliare Comunicação

Desempenho regional da Berkley é destaque no Prêmio Segurador Brasil

Resultado da estratégia e política de regionalização da área de vendas que tem recebido intensos investimentos nos últimos anos, a Berkley Brasil foi destaque no Mercado em Crescimento Regional com foco na Especialização na 11ª edição do Prêmio Segurador Brasil, realizado ontem (10/04), em São Paulo.

A premiação apresentou as empresas com melhores resultados no período em todas as regiões do país, com base nos dados comparativos dos anos de 2012 e 2013 divulgados pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) e na análise do economista Luiz Roberto Castiglione.

No último ano, as unidades regionais da Berkley registraram desempenho positivo, sendo o maior crescimento na Regional Sul, com 70% de incremento na produção, seguido pela Norte, 37,4%, e Leste, com 26% de aumento na comercialização de produtos no período.

Para atingir os resultados, a companhia conta com especialistas nos produtos operados, em cada região, descentralizando, desta forma, o atendimento ao corretor, o que proporciona agilidade no processo e uma maior expertise nos riscos de cada região.

Desde o início das operações no Brasil, há 8 anos, o processo de regionalização esteve entre as metas estabelecidas pela Berkley e passou a ser implantado em 2010. Hoje o projeto encontra-se em fase de consolidação e tem contribuído para a autonomia dos escritórios regionais.

“Entendemos que a regionalização não é simplesmente criar pontos de vendas, mas sim estruturar unidades descentralizadas e com poder de decisão para viabilizar negócios. Para isso, estamos estruturando nossas regionais com profissionais especialistas nos nossos produtos e que conheçam as características e os riscos de suas regiões, tanto na visão comercial como técnica. Pelos resultados obtidos podemos verificar que esse diferencial está sendo percebido pelos nossos corretores e clientes”, finaliza o diretor comercial da Berkley, Carlos Gabriel Prezenszky.

Artigo: A SOCIEDADE DO BULLYNG? NÃO, A SOCIEDADE DOS CHATOS! TEM SEGURO PRÁ ISTO?

O “clã” da pseudo intelectualidade – com presença nos meios de comunicação entre outros, ditam normas legais, morais e comportamentais, formam opiniões, ministram leis e se travestem de tribunais julgando, condenando e absolvendo conforme suas inclinações – fixou, há tempos, o que é feio e bonito, o que é certo e errado. Pior, entraram nos cérebros vazios da dita ´opinião pública` e os conduzem para onde querem. Quando era menino o gordo era baleia, o magro frango, o baixinho cheirador de nádegas e o alto era mangolão, ou mongolóide – um absurdo pois estes eram os que nasciam na Mongólia ( uma região de gente linda, por sinal ). Os homossexuais eram ´transviados` que nada tinha a ver com o animal – por sinal, um símbolo de virilidade; o preconceito era tanto que a origem da denominação tem ligação com o ´desvio` da normalidade … como tudo vira abreviatura, ou sigla, o caminho para atingirem o bicho, ´veado`, foi rápido. Estabelecidas estas regras básicas de convivência havia um incentivo ao deboche – que modernamente recebeu a sofisticada alcunha de “bullyng”. Os ´corretinhos` podiam livremente debochar dos ‘incorretos`, valia tudo, inclusive cigarro que combinasse com seu modo de vida, carrão, esportes caros (imagina, esportes), e associação às mais variadas bebidas alcoólicas. E, claro, marcas. Quem não usasse calça Lee era um otário, Topeca e Far West nem pensar, lixo. Assim passavam-se os anos e aumentava mais a distância entre o perfil do cara ´in` e do ´out`, o consumismo aumentou barbaramente, as ´marquinhas` desfilavam dos pés às cabeças entre tênis e bonés.

Não se podia sair às ruas ….Tudo era praticado assim, nada era criminoso e mais ainda, nada era instruído em processo e nada era punido.

O mundo estava uma chatice e preconceituoso demais. Estávamos no pólo sul.

Até que um dia algum gênio desta pseudo intelectualidade marqueteira, este ´deus` invisível das comunicações que inventa, reinventa e se for o caso desinventa, se viu em dificuldades de audiência no repeteco das motivações e concluiu: vamos inverter o processo. De hoje em diante todo mundo que fizer o que ensinamos até aqui será passível de censura: chega de café de chaleira !

E vieram os novos tempos. Começaram bons, é verdade, como quase tudo no começo.

A sexualidade é da cabeça de cada um, ou se nasce assim, não importa, mas não é feio … é até bonito …. chegou a virar moda, a androginia … ; não é relevante que sejas magro ou gordo, e o feio ou bonito é assim se lhe parecer, quando se ama o bonito se parece, as razões do coração o próprio coração desconhece, os baixinhos passaram a ter como paradigmas grandes gênios do seu tamanho em tudo, pintura/esportes/literatura/empreendimento e até em ´etc` … e os grandões passaram a ser fortes, símbolos de elegância e virilidade, serviriam aos esportes como uma luva no basquete, no vôlei, no UFC e enfim. De uma hora para outra o que se dizia ser feio virou e chamar o feio de feio é que passou a ser feio. Veio o exagero no giro.

Tudo passou a ser proibido. Se um carro buzina à sua frente e você grita ´gordo` fdp = bullyng. E observem bem, o palavrão ofensivo não tem a menor importância, o relevante é o gordo. Se o carro corta a sua frente, ´deus nos livre` de chamar o cara de ´veado` = homofobia. Nem vou falar no tema da moda onde injúria racial virou racismo na boca dos ignorantes – ignorantes no sentido literal da expressão – que sequer sabem ao certo o que é um e o que é outro(*).

Não se de mais sair às ruas e se sair não abra a boca. …. O mundo virou ao contrário e está tão chato quanto era antes, só que na outra ponta. Tudo vira processo e tudo vira risco de punição se é que em alguns casos o processo já não é a própria punição: e pior, todos reclamam que tudo fica impune ….

Vem cá … não dá para conter este ´transtorno bipolar` ?

Não, não dá: os ´deuses da condução` não permitem. Eles estão ordenando que seja assim, e todos os dias a mídia bate insistentemente na mesma tecla e lá se vai o monstro emergindo da lagoa. É a sociedade dos chatos.

E isto vai vigorar até o dia que aparecer alguém decentemente bem intencionado e decretar: vamos viver em paz, felizes, e parar de inventar stress ! Quando isto vai acontecer ? Pergunte a deus !

Está nascendo um novo produto no ramo securitário: o seguro contra os efeitos do “bullyng” …. Bem, pra isto deve ter sim, mas para a Sociedade dos Chatos não.

(*) A injúria racial está tipificada no artigo 140, § 3º do Código Penal Brasileiro e consiste em ofender a honra de alguém com a utilização de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião ou origem. A ação penal aplicável a esse crime tornou-se pública condicionada à representação do ofendido – se o ofendido não representa, não há processo embora após ela o Ministério Público passa a ser o detentor de sua titularidade. O crime de racismo, previsto na Lei 7.716/89, implica em conduta discriminatória dirigida a um determinado grupo ou coletividade. Exemplo típico o holocausto judeu na 2a Guerra, onde todos, e também os negros, eram tidos como inferiores e tinham que ser eliminados.

Carlos Josias Menna de Oliveira
advogado especialista em seguros
cajosias@cjosiaseferrer.com.br
www.cjosiaseferrer.com.br
www.facebook.com/cjosias.oliveira

Leitura indicada: OUSAR PARA VENCER – 06/06/2013

Ousados são admirados!

Quem não admira um arranque, dribles e um golaço daquele jogador que sozinho resolveu o lance, mesmo tendo ao seu lado um ou dois companheiros em melhor posição para marcar o gol.

Está na bíblia organizacional que para ser bem sucedido nos negócios é preciso sair do lugar comum, da mesmice e fazer diferente.

Ousadia tem a ver com atrevimento, audácia, coragem, temeridade.
“O mundo é dos ousados” é um conhecido provérbio português.

Mas vamos deixar claro que para OUSAR e ser OUSADO é preciso estar atento a alguns pontos como…

* Deixar a INSANIDADE de lado.Acreditar que a falta do mínimo planejamento e simples vontade irá resolver é como acreditar que o mundo realmente iria acabar em dezembro de 2012. Ousadia não pode se sustentar somente a atos de sorte.

* Examinar os RISCOS. Um ato de ousadia, em minha opinião, só pode ser considerado realmente ousado se houver possibilidade de fracasso. Levantar os potenciais riscos faz parte de qualquer plano ousado. O Plano B, C ou D deve fazer parte do dia-a-dia de qualquer profissional.

* Estudar e conhecer PROFUNDAMENTE o que se pretende fazer. Conhecimento técnico do tema em que pretende fazer diferente é o primeiro passo do ousado. O segundo: encontrar e conviver com pessoas que saibam mais do que ele. O ousado sabe que para ser o diferente é preciso ter os melhores talentos ao seu lado.

* Coragem na dose certa. Coragem para dizer não a um determinado cliente ou chefe, para propor novas soluções, para entrar de cabeça em um negócio e a ele se dedicar a conhecer seus processos, necessidades dos usuários, analisar o mercado, enfim dedicar tempo e esforço para que o seu sonho torne-se realidade. Todo corajoso também sente medo. Medo é coragem andam de mãos dadas. Um sem o outro é rumo certo ao abismo. O medo leva a REFLEXÃO, a coragem a AÇÃO.

Na verdade OUSAR não é SONHAR, é FAZER!

Paulo Araújo é especialista em Inteligência em Vendas e Motivação de Talentos. Diretor da Clientar – Projetos de Inteligência em Vendas. Autor de “Paixão por Vender” – Editora EKO, entre outros livros. Site: www.pauloaraujo.com.br.

Palestra em Santa Maria

SANTA MARIA 27.05

Top